Um Bate Papo Inspirador Sobre o Mundo do Design :)

10 Super Dicas para ser um Designer Melhor

Por 16 de novembro de 2017Dicas e Tutoriais
dicas ser bom designer
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Post Anterior
Próximo Post

O mundo está cada vez mais exigente. Que tal ser um Designer cada vez melhor? Seu cliente ganha e você ganha muito mais.

Adoro escrever artigos para este blog que não é só Designer ou profissional de criação. É bem mais que isso. Já disse isso por aqui algumas vezes. Aqui nós tratamos de diversos assuntos. O que é mais bacana é que todos têm a ver com criatividade.

Com o mundo globalizado e conectado só fica alienado às mudanças, tendências e novidades quem quer. O que era preciso um grande computador e custo alto com internet hoje está tudo na palma da mão, em nossos cada vez mais potentes smartphones. Seria tão bacana se todos os usuários tivessem a noção da real importância da internet em nossas vidas. Mas, enfim, vamos mudar o rumo dessa prosa. Detesto ser melancólico e o texto está indo nessa direção.

Se informar é o melhor caminho pra tudo. Todos os dias surgem novidades que contribuem para a atualização da profissão e do profissional. Neste artigo, separei algumas dicas que te ajudarão a ser um designer ainda melhor no seu trabalho. E, caso você não seja um designer ou algum profissional da área de criação, não tem problema. Estas dicas cabem a diversos ramos de atividade.

1. Seja sempre um bom questionador

Nada é uma ideia absoluta. As ideias estão aí para serem seguidas, serem transformadoras e por que não, questionáveis. Questionando sempre dentro de um ambiente saudável também ajuda a formar a sua opinião.

2. Ter senso crítico é fundamental

Tem tudo a ver com a dica acima. No desenvolvimento do seu trabalho você terá a certeza de que ele é perfeito, mas esteja aberta a opiniões e críticas construtivas e faça uma análise dele. Sempre existe uma forma do trabalho ser melhorado. Não precisa ser o “chatonildo”. Ter o mínimo de bom senso não faz mal a ninguém.

3. Afirme suas ideias

Seu processo de criação passou por um longo trabalho. Chegou a hora da apresentação e você simplesmente mandou por e-mail. Pode até usar o e-mail como recurso de envio, mas faça uma defesa do trabalho. Explique o motivo de ter usado determinada cor, estilo, fonte, linhas e traços. Dessa forma a aprovação do seu job junto ao cliente fluirá de uma forma melhor.

4. De vez em quando é importante dizer não

Nós temos planos e metas e a maioria deles precisa de grana. Por isso, todos nós caímos no erro de pegar tudo o que vem pela frente. Com o tempo e experiências traumáticas, aprendemos a separar o joio do trigo. Quem nunca pegou aquele job que no fim das contas se tornou uma verdadeira cilada, uma bomba em nossas mãos. Aqui cabe a máxima que diz: melhor pegar 100 trabalhos de 1 real ou 1 trabalho por 100 reais? Pensei nisso.

5. Seja sempre transparente, principalmente com você

Esta é uma dica literalmente em sequência da dica anterior. Ninguém consegue ser totalmente perfeito em tudo. Um belo exemplo são as agência que no início dos anos 2000 faziam de tudo. Ela se propunham a ser design gráfico, web design, assessoria de imprensa, publicidade… Eu mesmo fui um que caiu neste erro. Se você é designer, se proponha a ser um belo designer. Não adianta aceitar um trabalho de social media se não tem competência para tal apenas para pegar mais trabalho ou agradar seu cliente. Se não consegue e acha que não vai dar conta, não sinta medo de dizer não. Seu cliente ficará bem e a vida segue.

6. Trabalhe moderadamente

Trabalhar com o que gosta é tudo de bom. Ficar sem trabalho é péssimo. Mas não torne sua rotina diária um vício ou excessiva. Precisamos ter além do trabalho, uma boa vida familiar e social. Isso faz parte do crescimento também.

Quando trabalhamos compulsivamente é gostoso, mas só no início. Isso porque amamos o que fazemos. Depois de um certo tempo no bom estilo workaholic, aparecem diversas complicações. Sua saúde vai embora, sua vida social vai embora e se bobear, até sua esposa vai embora rsrs… Se liga!

7. Caminhe junto com seus parceiros

É extremamente importante em nosso meio profissional e na vida caminhar em parceria. Ninguém faz nada sozinho. Aqui uma mão sempre precisa lavar a outra. A parceria só é boa quando os dois lados ganham. Quando alguém te oferece parceira, principalmente quando há divisão de trabalhos e grana, você precisa analisar se não está mais pesado para um lado do que para outro.

Se seus parceiros só te sugam, melhor trocar.

8. Invista na sua carreira

A internet é lotada de conteúdo grátis. Apostilas, cursos, livros, vídeo aulas, tudo isso tem a vontade. Mas se você quer mesmo progredir, não se prenda apenas aos conteúdo free. Existem diversos cursos, workshops e palestras que vem a sua cidade e que são pagos.

Além de você aprender com os melhores profissionais, tem acesso a conteúdos exclusivos no que exatamente você busca e pode conhecer profissionais novos e aumentar o seu network.

9. Aprenda a falar inglês, you know?

Inglês é a língua universal. Fato! Quando se aprende e se aplica uma nova língua, principalmente o inglês em seu dia a dia, o mundo literalmente se abre. Você tem acesso a conteúdos internacionais que são de grande valia. E quando surgir àquela oportunidade em uma empresa multinacional, você não precisa mais temer ou ficar frustrado por não ter conseguido passar da primeira etapa.

10. Leia, leia, leia, leia…

Por falar em abrir a mente, não entre para as estatísticas que mostram que o brasileiro não tem o hábito da leitura. Ler é fundamental. Não falo apenas sobre livros da moda (saga Harry Potter ou 50 tons de cinza), muito menos de livros técnicos da sua área. Diversifique sua leitura com outros títulos da literatura. Tem os clássicos nacionais, livros de artes, clássicos europeus, históricos, curiosidades, enfim, bom conteúdo é o que não falta nas estantes de livrarias físicas e virtuais.

Post Anterior
Próximo Post
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Gostou? Então nos ajude compartilhando :)

Cofundador do blog, é publicitário, radialista e ilustrador. Atua na área de comunicação há 19 anos. Além de trabalhos em agências de publicidade, também atuou em marketing político nas maiores campanhas do ES. Tem trabalhos dentro e fora do Estado, inclusive, Austrália, EUA e Canadá. É um eterno amante de boa música, café e um bom bate papo.