Blog sobre design, criatividade e comunicação :)

O colchão da NASA e um aprendizado sobre mídias sociais

Por 19 de novembro de 2019Marketing
midias-sociais-nasa
Próximo Post
Post Anterior

Do que adianta uma produção de conteúdo incrível e um trabalho perfeito de compra de mídia se o que a sua empresa fala nas mídias sociais não interessa a ninguém? No texto de hoje eu te convido a refletir sobre o momento ideal para abordar e conversar com o seu público. Vamos lá?

Segunda-feira, você acorda, toma aquele café da manhã reforçado, consulta as mídias sociais, medita, faz carinho no cachorro e parte para a jornada de uma nova semana que se inicia. Mas não será uma semana qualquer: hoje você começa um novo curso presencial. Aquele curso que está planejando fazer desde o ano passado. Trânsito, chuva, pedágio, estacionamento, você chega à escola. Cafezinho, momento networking e pronto, você senta naquela cadeira acolchoada que sempre sonhou. Boas vindas, apresentações, uma mordida no chocolate que a escola deixou na sua mesa, como uma recepção calorosa, e pronto: o professor dá início àquele tão sonhado curso. 

“Adoro os momentos que antecedem o início da aula. Para mim são os que mais marcam.”

A aula começa, o professor e os alunos estão super empolgados, você contribui com várias ideias e sente que tudo está fluindo muito bem, como esperado. De repente, do nada, surge na porta da sala um rapaz. Ele interrompe a aula durante um exemplo bem interessante que uma colega estava compartilhando sobre um aprendizado que teve em sua empresa. Neste momento, com a aula pausada, todos olham incrédulos para aquele jovem rapaz que acabara de exterminar a construção de uma próspera linha de raciocínio. Ao que ele diz:

“Bom dia, pessoal! Vocês já conhecem o colchão feito com molas da NASA? Estou vendendo aqui e agora!”

WTF? Você está naquele curso maravilhoso, construindo ideias e (do nada) surge alguém para interromper o papo e oferecer um colchão? Na boa, não importa que a mola seja da NASA ou do raio que o parta, fato é que você não tem o menor interesse de saber sobre isso naquele momento. Você quer continuar em paz, assistindo a aula do curso que sempre sonhou. Certo? Acho que sim, eu pensaria assim:

“Poxa, até que esse lance de mola da NASA parece interessante. Mas, na boa, eu não quero saber sobre isso aqui e agora, eu quero assistir minha aula em paz!”

Não importune as pessoas nas mídias sociais

mídias-sociais-nao-pertube

Essa parece ser uma situação que não queremos passar. Se estivermos em um local, interessados por determinado tipo de conteúdo, não queremos ser importunados por outro tipo de informação que não nos interessa. Queremos investir nossa atenção e energia naquilo que nos trás algum tipo de resultado pretendido. Não importa se é informação, diversão, entretenimento ou qualquer outro tipo de conteúdo.  Fato é que estamos cometendo esse mesmo erro nas mídias sociais. Nossa empresa está interrompendo momentos únicos das pessoas. Eles estão vendo fotos do churrasco do final de semana, aprendendo sobre como investir sua grana ou como descascar uma manga de forma criativa. De repente, aparece a nossa empresa oferecendo um serviço que a pessoa não faz a mínima ideia do que seja (ou se ela precisa). De repente aparece a nossa empresa oferecendo uma camisa masculina em promoção. “Cara, mas eu nem compro camisa masculina. Por que isso apareceu na minha linha do tempo?”

“Você consome aquilo que é relevante pra você. E o seu cliente também”

Mas como minha empresa pode ser legal nas mídias sociais?

mídias-sociais-ser-legal

Pense comigo: seria muito melhor que o representante da empresa de colchões participasse do curso. A apresentação dos alunos no início da aula poderia ser o momento ideal para expor seu trabalho e falar sobre o diferencial dos seus colchões. Sério, duvido que alguém não o abordaria na hora do intervalo para saber um pouco mais sobre as curiosas molas da NASA. Essa seria uma baita oportunidade para venda do produto. Concorda?

Meu convite nesse momento é que você entre na sala, puxe a cadeira, sente-se e se apresente. Converse com as pessoas. Mostre a elas seus diferenciais competitivos. Mostre-se como uma solução para os seus problemas ou dificuldades. Eduque-as. Troque uma ideia e participe da sua vida. Não perca a oportunidade de conexão que a mídia social te dá para conversar e entender seu potencial cliente. Não volte com o seu colchão para casa.

Fala pra mim: como você tem oferecido seu colchão da NASA?

Próximo Post
Post Anterior
Gostou? Então nos ajude compartilhando :)

Publicitário, especialista em comunicação em mídias digitais. Liderou times de marketing em empresas e agências nos últimos 8 anos. Sócio fundador da Social Performance, consultoria de comunicação e vendas a partir das mídias sociais. Atua como coordenador e professor na Wis Educação e DOM School.


E aí, o que achou? Deixe seu comentário.