Blog sobre design, criatividade e comunicação :)

Como Aumentar a Perseverança

Por 27 de setembro de 2018Design
Como aumentar a perseverança
Próximo Post
Post Anterior

Boas práticas pra aumentar a perseverança quando sua auto confiança e energia estiverem no nível mínimo.

A coragem não é a ausência de medo, as pessoas corajosas apenas conseguem fazer a coisa certa quando estão diante de seus medos, elas não “travam”. Algo parecido acontece com as pessoas resilientes, que são aquelas que têm a capacidade de sofrer alterações devido aos grandes impactos da vida e retornar à condição em que estavam antes destes impactos.

Mas o que a coragem e a resiliência têm a ver com a perseverança? Tudo!

Vamos tomar como exemplo uma caminhada numa trilha dentro de uma floresta que vai nos levar a um lugar lindo, maravilhoso, um verdadeiro paraíso! Nessa trilha a gente vai passar por lugares fáceis, bem cuidados e limpos. Mas, também vamos andar por lugares com pedras pontiagudas, morros e às vezes passaremos por trechos em que precisaremos usar nossos facões pra abrir caminho… sem contar que teremos que matar alguns insetos.

Mas a sensação da chegada, de ver o destino esperado é maravilhoso! Não vai ter espaço em nosso celular que bastará pra gente armazenar todas as fotos que faremos!

como aumentar a perseverança

Gente, alguém me dá outro celular aí? O meu já tá cheio!

Uma pessoa perseverante é aquela que sempre continua a sua caminhada para um determinado destino. E, se sabemos que todo trajeto tem as suas dificuldades, a coragem e a resiliência são ingredientes primordiais para continuarmos a caminhar.

Voltando ao nosso exemplo: se a gente parar de caminhar porque não temos coragem de passar pela ponte sobre um rio ou se desistirmos e voltamos pra casa porque sofremos uma queda numa parte da trilha que estava molhada a gente nunca vai saber como é o paraíso que nos espera!

Em sua vida real, em seu dia a dia, no seu trabalho, na sua faculdade, no seu sonho quantas vezes você já desistiu por medo das pontes ou por causa dos tombos que levou?

Então, como aumentar a  perseverança?

Precisamos ter atitude. E quando falamos de perseverar, a atitude é algo intransferível! Eu não consigo fazer nada que vá tornar você mais perseverante, nada que faça você atravessar a ponte ou levantar da queda e andar novamente se você não quiser fazer isso: depende de você.

Algumas dicas podem te ajudar a aumentar a perseverança:

1. Tenha certeza de que seus objetivos mereçam a sua perseverança: parece meio óbvio, mas é fato que se você não estiver animado com o seu objetivo você estará tendencioso a desistir nos primeiros contratempos que aparecerem. Você se cansar numa caminhada que vai te levar a um lugar mais ou menos, a um lugar que não te dará prazer não vai te animar. Considere também o fato de que sua saúde será prejudicada e relacionamentos podem sofrer com isso.

2. Exercite o hábito de pensar positivo: espere boas coisas, nós temos a tendência de prestar mais atenção nas coisas ruins que acontecem à nossa volta que nas coisas boas que nos cercam todos os dias. Ao esperarmos coisas boas automaticamente vemos o mundo com outros olhos e esse novo olhar nos dará mais força e esperança pra acreditarmos que o que estamos fazendo agora será recompensado. E também estaremos sempre atentos a ajudarmos outras pessoas, pois prestaremos mais atenção nas necessidades dos outros. Experimente viver isso!

3. Lembre de outros momentos em que você foi persistente: lembrar de momentos no passado em que você recusou desistir pode te ajudar a criar mais perseverança agora. Lembre das sensações gostosas que você experimentou ao ser persistente “naquela época”.Você estava forte? Confiante? Excitado? As coisas estavam claras? Inspirado? Cheio de propósito? Focado? Comprometido? Chame novamente essas coisas, esses sentimentos e atitudes em qualquer tempo que você precisar pra desenhar recursos dentro de você que te façam continuar!

4. Um passo de cada vez: para de pensar tão longe, vai com calma, dê o primeiro passo, viva no presente! Existe algo, por mínimo que seja, qualquer coisa que você possa fazer pra obter um pequeno progresso agora! E celebre este progresso, ver as coisas acontecendo nos dá motivação pra continuar. Mas, se a gente só ficar olhando, mirando o objetivo final, as pequenas coisas que fizermos agora podem nos parecer insignificantes e daí virá a sensação de que “nada está acontecendo”.

5. Defina sua velocidade, seu ritmo: uma vez que você está no ritmo das coisas de novo e vê as coisas progredindo você não vai querer se encontrar de volta à calmaria uma semana ou um mês depois, então evite atividades frenéticas que vão te queimar todo o combustível. Como diz o velho ditado: “a lentidão e a firmeza muitas vezes vencem a corrida.”

6. Apenas continue fazendo (ainda que isso esteja apenas em sua mente): tenha fé de que seus esforços valerão a pena, acredite nas recompensas que virão e coloque um pé na frente do outro, dê um passo de cada vez. Essas coisas são o básico da perseverança.

Eu sei que às vezes isso é praticamente impossível, eu sei que é fácil falar e difícil de fazer. Pode acontecer de você estar verdadeiramente preso, impossibilitado de colocar as coisas em prática.Você pode estar doente ou suas ambições dependam da mudança de outra pessoa pra serem colocadas em prática.

Mas, só porque o seu progresso não é possível de ser colocado em prática agora não significa que não há nada que você possa fazer pra manter seu ritmo e seu ânimo. É possível você pensar, refletir no que está acontecendo e aprender a lidar melhor com isso. E, com o passar do tempo, é bem provável que as coisas melhorem.

Desejo de coração que você seja feliz em sua caminhada e que experimente o prazer, a sensação de ser recompensado por ter sido perseverante! E quando chegar lá no seu objetivo vem aqui e compartilha com a gente nos comentários deste post. Quem sabe outra pessoa esteja justamente precisando ler o seu testemunho pra dar aquela virada, aquele primeiro passo que você deu um dia?

Próximo Post
Post Anterior
Gostou? Então nos ajude compartilhando :)

Apaixonado por design gráfico e fotografia. Co-fundador do site www.petmood.com.br. Pai babão, esposo apaixonado e fotógrafo de mentirinha.


E aí, o que achou? Deixe seu comentário.