Um Bate Papo Inspirador Sobre o Mundo do Design :)

15 Erros de Linguagem Corporal Que Fazem Você Perder Clientes

Por 5 de outubro de 2017Freela e Startups
conteudo erros de linguagem corporal
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Post Anterior
Próximo Post

Você pode estar perdendo clientes ou deixando de pegar novos jobs logo na primeira reunião ou no primeiro contato por causa de erros de linguagem corporal.

Tem um momento no encontro de negócios com o cliente em que o seu portfólio ou experiência deixa de importar tanto, não adianta você trabalhar bem. Esse momento mágico é aquele em que as pessoas vão sentir confiança, simpatia, afinidade, segurança em deixar você trabalhar para elas. Ao mesmo tempo, esse momento também é aquele em que o possível contratante fala (ainda que mentalmente): “que pena, cria tão bem, mas é tão arrogante” ou “será que vai dar conta?”. E daí foi-se mais uma oportunidade de você pegar um job novo, de ganhar dinheiro, por causa de erros de linguagem corporal.

A gente se expressa, a gente mostra o que estamos sentindo com um olhar, com um sorriso, com o posicionamento de nossas mãos ou pelo jeito de andar, por exemplo. A nossa linguagem corporal pode e deve ser uma aliada para o fechamento de novos contratos.

Você já passou pela experiência de prospectar e perder um cliente para o qual você tinha certeza que ia dar conta do recado? O trabalho era super mole de fazer, seu amigo te indicou, você tinha feito alguns jobs do mesmo tipo, o preço estava bom para as duas partes e daí depois da reunião o cliente simplesmente não quis mais e contratou outra pessoa.

erro de linguagem corporal

Eu tinha certeza que iria ganhar essa…

Você pode ter vacilado na reunião, pode ter cometido algum erro de linguagem corporal que fez com que o cliente não quisesse mais contratar você, simples assim.

Aqui estão os 15 erros de linguagem corporal mais comuns e a solução pra cada um deles:

1. Inclinar-se muito pra trás
A cena: você senta na cadeira e dá aquela inclinada pra trás.
Efeito: sua imagem ficará como sendo de preguiçoso, folgado.
Solução: sente com uma postura neutra, nem tanto pra trás nem tanto pra frente.

2. Inclinar-se muito pra frente
A cena: você senta na cadeira, coloca o braço em cima da mesa inclinando-se pra frente.
Efeito: é transmitida uma sensação de agressividade.
Solução: sente com uma postura neutra, nem tanto pra trás nem tanto pra frente.

3. Deixar de olhar no olho da pessoa rapidamente
A cena: você não consegue parar o olho no olho do cliente, não consegue focar no contato visual.
Efeito: você pode ser visto como não confiável, pode ser interpretado como uma pessoa muito nervosa.
Solução: mantenha o contato visual, olhe no olho da pessoa de forma leve, neutra, tranquila.

4. Balançar muito a cabeça
A cena: pra cada vez que o cliente fala alguma coisa concordando com algo você balança a cabeça positivamente 3 vezes, quando ele fala algo discordando você balança negativamente sem parar. Você parece uma boneca de pescoço quebrado, não consegue ficar com a cabeça parada.
Efeito: você transmite falta de personalidade, de posicionamento, de firmeza, de segurança.
Solução: manifeste-se poucas vezes, pra quê ficar balançando a cabeça infinitamente?
Aqui entra a imagem do cara apontando o dedo pro outro com a seguinte descrição “É assim que seu cliente pode estar te vendo”

5. Gesticular muito ou apontar com os dedos
A cena: o cliente não entendeu um determinado ponto do documento que você apresentou e então você fica sinalizando com o dedo indicador impacientemente ou com as mãos enquanto explica novamente.
Efeito: você pode ser interpretado como uma pessoa agressiva.
Solução: pergunte à pessoa o que ela especificamente não entendeu e explique calmamente, em tom normal de voz, sem gesticular ou ficar apontando

Eu só tô te explicando de novo…

6. Cruzar os braços
A cena: o cliente está lhe perguntando qual é o seu plano para criar uma próxima campanha pra sua empresa e enquanto ele faz a pergunta você está de braços cruzados.
Efeito: você passa uma ideia de quem está na defensiva.
Solução: se estiver em pé, fique com os braços ao lado do corpo ou use um macete bacana: segure um copo (com café, de preferência hehe). Se estiver sentado, deixe as mãos sobre as pernas.

7. Ficar se mexendo, sacudindo as pernas
A cena: você está sentado na mesa de reunião e sua perna não para de balançar ou você não consegue parar de balançar os indicadores na outra mão.
Efeito: isso instantaneamente mostra o quão nervoso você está.
Solução: evite isso a todo custo, busque tranquilidade, respire fundo e discretamente.

8. Segurar as mãos atrás do corpo ou firmemente nos bolsos
A cena: o cliente na sua frente e você está plantado na frente dele segurando o pulso atrás do bolso ou igual a um poste com as mãos no bolso.
Efeito: você mostra rigidez, falta de flexibilidade.
Solução: mostre naturalidade, deixe as mãos ao lado do corpo ou use o macete de segurar um copo.

9. Ficar olhando pra cima ou para os lados
A cena: enquanto as perguntas estão sendo feitas pelo cliente ou no momento de respondê-las você fica olhando pra tudo quanto é lugar menos pra pessoa.
Efeito: isso é um traço natural de quem está mentindo ou não está sendo ele mesmo.
Solução: mantenha contato visual e natural olho a olho, de forma leve, tranquila.

10. Ficar encarando
A cena: você fica olhando de lado pro cliente, ou com a testa franzida, o rosto “duro”. Existe uma linha fininha entre ficar encarando a pessoa e olhar nos olhos dela.
Efeito: você passa uma imagem desafiadora, rude.
Solução: use uma expressão facial leve, relaxe os músculos da face.

11. Dar um sorriso falso
A cena: você recebe um elogio e solta aquele sorriso falso, amarelo, sem graça.
Efeito: isso deixa as pessoas desconfortáveis. Faz elas desconfiarem se você gostaria de estar ali naquele momento.
Solução: dê um sorriso genuíno, bonito, gostoso, sincero. Mas não uma gargalhada, não precisa disso. Basta sorrir. Isso faz muito bem principalmente no primeiro encontro.

12. Cumprimentar com frouxidão
A cena: o cliente estende a mão quando você chega na reunião, você estende de volta mas nem fecha a mão. O cara parece que tá apertando um pedaço de pudim ao te cumprimentar, de tão mole que você cumprimenta.
Efeito: isso passa insegurança, fragilidade.
Solução: aperte a mão da pessoa de maneira firme, mas não com força, não precisa quebrar os dedos do cliente.

conteudo erro de linguagem corporal

Prazer, eu sou o seu futuro designer. Sentiu firmeza?

13. Segurar as pontas dos dedos ou massagear as palmas da mão
A cena: enquanto o cliente explica o que deve ser feito no job você não para de mexer nos dedos ou fica massageando as palmas da mão.
Efeito: você se mostra iniciante, amador, newbie, demonstra fraqueza.
Solução: deixe as mãos sobre as pernas, naturalmente ou se estiver de pé segure um copo.

14. Ficar parado com as mãos nos quadris
A cena: você está explicando sua experiência em pé, de frente para os participantes da reunião com as mãos nos quadris, parecendo um pombo de peito inchado.
Efeito: você soa muito, muito agressivo, intimidador.
Solução: deixe os braços ao lado do corpo, naturalmente ou segure uma mão sobre a outra.

15. Olhar o telefone ou relógio
A cena: o cliente está mostrando referências do trabalho que ele quer e você fica olhando o celular ou o relógio. A sua mãe ficaria muito desapontada, tenha certeza.
Efeito: você gostaria de estar em outro lugar ou não está interessado no que está acontecendo naquele momento.
Solução: foque no cliente, preste atenção nele.

Caramba, tenho cometido alguns erros dessa lista. E agora?

Tenha em mente algumas regras gerais: mantenha uma boa postura, uma posição neutra. Se estiver sentado mantenha as mãos nas pernas, se estiver em pé deixe as mãos ao lado do corpo ou lembre do macete de segurar um copo. Mantenha o olho no olho de forma natural, leve. Sorria e seja você mesmo.

Como posso mudar os hábitos ruins?

Pratique um diálogo em frente ao espelho, simule uma conversa, refaça sua última reunião. Uma excelente dica também é praticar com um amigo, ele pode te lembrar toda vez que você cometer um erro até você deixar de cometê-lo.

Você tem mais alguma dica sobre como manter uma boa linguagem corporal? Conta pra gente aí nos comentários. Até a próxima!

Post Anterior
Próximo Post
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Gostou? Então nos ajude compartilhando :)

Trabalha pra viver, não vive pra trabalhar. Futuro papai, reveza o tempo entre esposa, cadela, gatos, trabalho, família, amigos, espírito e o jardim vertical que ainda nem foi pro papel.