Um Bate Papo Inspirador Sobre o Mundo do Design :)

Home Office: O Melhor Lugar do Mundo para Trabalhar

Por 12 de setembro de 2017Freela e Startups
Home Office
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1
Post Anterior
Próximo Post

Trabalhar em casa, de bermuda ou pijama, de chinelo, longe do estresse do trânsito e das cobranças excessivas do seu chefe, trabalhando no horário que você quiser… Espera! será que o trabalho em home office é sempre assim tão lindo e perfeito?

Home office é uma expressão inglesa que significa “escritório em casa”. E quando se fala desse assunto os números não mentem e têm apontado que o trabalho remoto cresce a cada dia. Um estudo da OIT (Organização Internacional do Trabalho) e Eurofound divulgado no início deste ano de 2017 revelou, por exemplo, que o percentual de adeptos ao home office subiu de 7% (2007) para 12,4% (2012) na França, enquanto na Suécia o índice de empresas que aderiram a essa tendência pulou de 36% (2003) para 51% (2014).

Infelizmente o Brasil ainda anda bem atrás desses números, mas o fato é que eles crescem a cada ano e essa realidade será nossa também, inevitavelmente (só não sabemos quanto tempo levará). Além disso, vai que você dá a sorte de ser um freelancer bem sucedido e, ao invés de depender da sorte de trabalhar em uma empresa com essa flexibilidade, você seja um agente responsável pelo crescimento desses índices. Não é de hoje que muitos profissionais sonham com essa tal liberdade e basta um pouco de coragem para conquistar.

Eu, por exemplo, dos 17 anos de experiência que tenho, pelo menos 7 deles foi em home office, atuando apenas como freelancer, sem chefes ou compromisso de bater ponto. Hoje atendo clientes de outros estados e até de fora do país, de dentro de casa. Vou compartilhar os pontos positivos e negativos dessa liberdade, dos cuidados que precisamos tomar e algumas dicas imprescindíveis.

Bem, o crescimento desses números se deve a evolução das tecnologias, com serviços que possibilitam a comunicação, o compartilhamento de arquivos nas nuvens, o acesso remoto e o gerenciamentos de tarefas, sem a necessidade da proximidade geográfica entre as partes para que hajam essas interações. Deixando cada vez mais obsoleta essa atual estrutura, na qual o funcionário precisa estar todos os dias, obedecendo as regras de horários para entrada, saída, almoço e lanchinho da tarde.

home office - work

Será que esse negócio de trabalhar em casa funciona na prática?

É muito tendencioso e óbvio supor que o trabalho em home office é mais vulnerável às distrações, talvez pela ausência do chefe ali do lado cobrando o tempo todo, agravado pela liberdade de poder parar a qualquer momento para assistir um vídeo no youtube, navegar pelas timelines sociais ou até mesmo conferir o novo episódio daquele seriado que você curte, por exemplo.

Mas e as inevitáveis conversas e piadinhas fora de hora no ambiente do convencional escritório? E o tradicional cafezinho na cozinha da empresa? O fato é que distrações existem o tempo todo e a disciplina é a única ferramenta eficiente para manter o foco no que tem que ser feito.

E quando seu foco não depende 100% de você? 

Essa liberdade de poder parar a qualquer momento, cria um ambiente propício às principais vilãs do home office: as demandas familiares. Não sei se você tem filhos, se é casado ou se ainda mora com os pais. Mas a não ser que more sozinho, você terá que aprender a lidar com interrupções do tipo:

  • “Meu filho, vai no supermercado comprar açúcar, por favor”
  • “Amor, me ajuda a estender a roupa no varal”
  • “Papaaaai, brinca comigo”

Post-it na porta - não incomode

Como lidar com essas interrupções?

O melhor e mais eficiente remédio ainda é o famoso e infalível diálogo. Conscientize a todos que aquele é o seu ambiente de trabalho. Crie uma rotina com comportamentos similares aos que você teria, se tivesse indo para o escritório convencional da empresa. Tudo bem que você não precisa colocar uma calça jeans, tênis e camisa polo, mas você precisa ter horário para acordar, horário para começar a trabalhar e principalmente, horário para parar e “voltar pra casa”. Isso vai mostrar para todo mundo que a coisa é séria.

Não tenha vergonha de dizer para seu cliente que você trabalha a partir de um home office. Isso é uma grande tendência e com certeza ele não vai minimizar sua credibilidade por conta disso. Muito pelo contrário, ele vai enxergar você como um empreendedor, porque provavelmente ele também iniciou assim ou, quem sabe, trabalha em home office também. Sendo assim, este cliente vai entender se por acaso acontecer do cachorro latir, o galo do vizinho cantar ou alguém te chamar justamente quando você estiver no celular ou no skype com ele.

Repórter ao vivo e o filho passa

Quem não se lembra desse hilário acontecimento em uma entrevista ao vivo da BBC?

Eu que faço meu horário.

Aproveite a flexibilidade de horário que você terá ao seu favor e utilize o tempo extra, graças ao tempo que você não passará no trânsito a caminho da empresa, para dormir um pouco mais ou ir a academia, por exemplo. Escolha o melhor horário para trabalhar, sem necessariamente ser aquele período entre as 9h e as 18h, mas lembre-se que vai ser justamente nesses horários que seus clientes vão te ligar ou esperar as respostas dos e-mails. Não esqueça de planejar pequenos intervalos para relaxar a mente. Nem sempre conseguimos nos manter focados ali o tempo todo.

Em breve vamos falar aqui no blog sobre como deve ser feito um contrato de prestação de serviços e de ferramentas e metodologias para você aprender a gerenciar melhor seu tempo e tarefas. Fique ligado assinando nosso RSS ou ativando as notificações, clicando no ícone do sininho lá em baixo 🙂

O ambiente de trabalho precisa ter a sua cara

O ambiente de trabalho precisa ser minimamente reservado para deixar claro que você está ali trabalhando. Não quer dizer que isso signifique se esconder no porão ou na garagem. Crie um ambiente agradável, inspirador e propício para que a criatividade flua. Com uma boa iluminação, uma mesa e uma cadeira confortável, quem sabe plantinhas, quadros e o mais importante: evite uma área comum da casa onde todos transitam o tempo todo. Se não tiver um cômodo livre, adapte seu próprio quarto, mas não, você não vai trabalhar da cama.

Além disso, hoje em dia, temos muitas opções para os “sem escritórios” que são os ambientes compartilhados como Coworking, cafés, bibliotecas, dentre outros. Muito importantes para suas reuniões, ampliar seu Networking e criar boas parcerias de trabalho.

Separei alguns home offices inspiradores para você criar o seu.

Inspiração para home office

Será que esse negócio é para mim?

Então, ou você é um funcionário sortudo de uma empresa que adotou essa flexibilidade ou você é um freelancer e, nesse caso, home office significa empreender, que em outras palavras quer dizer: prepare-se para muita dedicação e dê adeus a carteira assinada, salário garantido no final do mês, décimo terceiro e férias pagas a cada ano.

O preço da liberdade de ser seu próprio chefe não é barato, mas se tiver foco e persistência a coisa acontece rápido. Existem muitas formas de pesquisar trabalhos na internet, enquanto você não conquista seus próprios clientes ou não tem segurança para precificar e vender seus serviços. Com o tempo você terá adquirido toda a experiência necessária para andar sozinho e uma valiosa marca pessoal estará construída. Aí pode se preparar que seu telefone vai tocar sem parar 🙂

Espero que esse artigo tenha ajudado. Bom trabalho!

Post Anterior
Próximo Post
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1
Gostou? Então nos ajude compartilhando :)

Fundador do Blog, publicitário com mais de 16 anos de experiência em consultoria de marketing e comunicação. Atua como designer gráfico e webdesigner, especializado em identidades visuais. Empresário e gestor de processos e projetos como produção audio visual e criação de produtos. Adora dar aulas, é aficionado por fotografia e tecnologia e apaixonado por cães.