Publicidade

Marketing para empresas: dicas para criar um plano estratégico

Marketing para empresas: dicas para criar um plano estratégico

Compartilhe

Saiba como criar a melhor estratégia de marketing digital para empresas de pequeno e médio porte levando em conta um orçamento limitado.

O marketing para empresas é um assunto cada vez mais pesquisado, e não é por pouco, visto que, agora, as marcas precisam, a cada dia que passa, ter estratégias mais complexas para adquirir clientes com diferenciais.

No entanto, é importante salientar que não basta apenas sair postando nas redes sociais e blog sem antes possuir uma análise de conteúdo que realmente seja eficaz, sem isso, a sua marca corre o risco de gastar dinheiro desnecessariamente. Comece pouco a pouco, conforme o seu orçamento permitir.

A Martec descobriu que a maior parte do seu público está localizado em São Paulo (SP) e os encontra pelo Google, tendo isso em vista, começaram a investir na produção de textos com dicas e tutoriais para a sua área de blog, que estava dentro do seu orçamento. Logo, produzem textos com dicas de como desentupir a pia da cozinha ou dicas para limpar a caixa de gordura.

Se a sua empresa estiver mais limitada quanto ao orçamento, você pode optar apenas pelas redes sociais ou blog, sem abranger uma gama enorme de opções. Não tente abranger tudo se o seu orçamento é limitado ou seu público está voltado apenas para uma rede social ou navegador.

O primeiro passo para criar uma estratégia de marketing para empresas é desenvolver um plano de pesquisa de mercado, onde você entenderá mais sobre quem é o seu público, o que ele faz e vários outros aspectos interessantes.

Além da dica de fazer uma pesquisa aprofundada sobre o seu público e entender o que ele e como pensa, separamos algumas outras logo abaixo que serão cruciais para o desempenho da sua marca no meio digital.

1. Contrate especialistas

Está tudo bem começar investindo em pequenas estratégias ou então, adotar apenas um meio para dialogar com os seus clientes: sua empresa não é obrigada a estar em todos os portais. O maior problema é não estar em nenhum deles.

Além disso, pode ser problemático sua marca tentar adotar e adquirir estratégias avançadas em várias plataformas sem que tenha um especialista para cuidar delas.

Como saberá atingir o público se não é formado em publicidade e não tem experiência com marketing? Ninguém consegue criar campanhas e planos de marketing sem ter uma base para isso.

O especialista a ser contratado pode variar de acordo com o tipo de trabalho a ser realizado. Por exemplo, se você está interessado em criar posts para a sua empresa no LinkedIn, a melhor ideia seria contratar um copywriter que criará narrativas envolventes com o uso de storytelling.

No entanto, se o seu público está no Instagram, o seu foco deve ser voltado para imagens. Logo, não faria sentido contratar um redator que não tem domínio sobre design. Faria mais sentido contratar o próprio design, não é mesmo?

Analise a sua concorrência e persona para entender o que faz mais sentido para o seu perfil quando for contratar um especialista.

Caso prefira, também há a oportunidade de contratar agências que cuidam de todo o processo criativo de marketing da sua empresa, seja ela pequena ou média.

2. Tenha consistência e tom de voz no marketing para empresas

Ao fazer a prática de marketing para empresas, é crucial que você tenha consistência. Isso porque não faz sentido a sua marca ficar mudando de opinião a cada semana.

Determine um tom de voz para a sua marca e defina de qual lado ela está, inclusive sobre questões polêmicas. A sua empresa também pode optar por não se manifestar sobre alguns tipos de assuntos.

Por fim, mas não menos importante, tome cuidado com o seu tom de voz. Antes mesmo de começar a praticar marketing de conteúdo, é importante determinar se a sua linguagem é mais formal ou informal, sobre quais são os tipos de assuntos que deseja abordar e até mesmo se terá algum dia da semana para fazer a criação das postagens.

São os pequenos detalhes que fazem toda a diferença quando você for se comunicar com os seus clientes em potencial.

3. Tenha um perfil no Google Meu Negócio

Ter um perfil no Google Meu Negócio é uma forma da sua marca atrair clientes locais. As pessoas estão, a cada dia que passa, pesquisando mais sobre estabelecimentos no local em que estão.

O Google tende a recomendar apenas estabelecimentos que fazem parte do Google Meu Negócio. Imagina só se você tem um restaurante que nunca é recomendado?

Pratique o SEO local com sabedoria, entenda quais são as intenções de buscas do seu usuário para utilizar os melhores termos e, assim sendo, aparecer nas pesquisas online. Não esqueça: hoje em dia, a maior parte dos usuários dependem do Google para obter informações.

E então, tem mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui para que possamos te ajudar!

Compartilhe

Autor Independente

Autor Independente

Editoria destinada a convidados especiais, que colaboram com o blog Design com Café, compartilhando seus conhecimentos e experiências.

Deixe seu Comentário!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Publicidade

escolhas do editor

MAIS LIDAS

MAIS RECENTES

ARTIGOS RELACIONADOS

0
Would love your thoughts, please comment.x