Um Bate Papo Inspirador Sobre o Mundo do Design :)

A importância do ócio criativo na nossa vida

Por 3 de novembro de 2017Dicas e Tutoriais
ócio criativo cérebro criativo
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Próximo Post

Você já ouviu falar de ócio criativo? Que tal começar a pensar nele pra fazer sua vida ser mais divertida e mais produtiva?

O ócio criativo é a união entre trabalho, estudo e lazer, e quem desenvolveu esse conceito foi o sociólogo Domenico de Masi, que analisou como funcionavam as empresas e viu que o trabalho estava muito ligado a competitividade e àquele meio em que só se produz, mas sem tirar nenhum prazer dos momentos vividos ali naquele ambiente. Ele percebeu que as pessoas que amam o que fazem no trabalho têm muito mais chances de ter sucesso, pois trabalham e se divertem ao mesmo tempo.

Quando estamos trabalhando sem gostar do que fazemos, corremos o risco de fazer tudo no piloto automático, sem pensar muito no que está sendo feito. Sem pensar, impossibilitamos o surgimento novas ideias, e assim…. Como vamos ter grandes novas sacadas para nossa vida e para o bem da sociedade?

O local que trabalhamos e até mesmo a área que trabalhamos pode ser encarada como algo maçante se a gente não se liga no que está perdendo no meio do caminho, no que poderíamos tirar proveito. Mesmo sendo freelancer ou  sendo empregado, é importante deixar um tempo pro ócio criativo. Isso vai te dar mais prazer para as tarefas diárias e para os projetos.

O homem aprendeu a criar na pré história, somos seres que criam, todos nós somos… se nos acostumamos a apenas executar as tarefas, a vida se torna um fardo, a frustração toma conta e cada vez mais nos afastamos do prazer de viver. Criar ajuda a gente a ter prazer em situações inclusive de trabalho, por isso é importante não deixar nossa criatividade adormecer.

O ócio pode ser aquele momento em que ficamos vegetando apenas, mas também pode ser aproveitado para o momento em que nos permitimos ser livres para criar… e esse último nos ajuda a  aumentar também nossa produtividade no trabalho e a ter novas ideias: ajuda a deixar nossa cabeça viajar, a imaginação fluir, às vezes sem ter obrigação com nenhum ponto de chegada específico (mas se vai ter ou não o ponto de chegada é você quem decide).

ócio criativo cérebro em atividade

Mas como então posso exercitar esse meu momento de ócio criativo?

Autoconhecimento é a chave do negócio. É muito importante descobrir quais são suas paixões, seus interesses fora do horário de trabalho.

Marque um horário para fazer isso acontecer. Senão você corre o risco de não conseguir tempo e essa é sempre uma desculpa que cabe na nossa vida… coisas desse tipo, ainda mais que não são tão valorizadas na nossa sociedade, se não forem planejadas, não acontecem.

Escolha atividades que te desafiem! Você pode também variar, claro, mas é importante decidir o que vai fazer e se dedicar apenas àquilo. Por exemplo: ouvir música – quantas vezes você se lembra de ter parado para APENAS ouvir música, entender do que ela fala, entender a melodia… pensar no tema dela e desenvolver um lettering com a frase mais marcante? Ler um livro: que tal ler um trecho e pensar num cartaz para ele? Ou ainda: que tal juntar com uns amigos para fotografar a cidade que vocês vêem todos os dias e parece que não tem nada de novo? Talvez você se surpreenda com o que pode descobrir com um novo jeito de olhar.

Quais atividades fazer? Essa pergunta exige que você se conheça, e só você pode responder… jardinagem, técnicas artísticas, artesanato, desenho ao ar livre… tudo que te fizer “trabalhar” a cabeça com prazer conta como ócio criativo.

Quanto mais exercitamos nosso cérebro, mais satisfação temos nos nossos resultados e ainda nos sentimos mais produtivos e com o potencial de criação lá em cima. Por isso, invista tempo em seu crescimento próprio, mesmo que isso signifique que você tenha que fazer vários testes para você se conhecer melhor, vai valer a pena!

Obs: Para quem ficou curioso, o livro que discute os benefícios do ócio é O Ócio Criativo, de Domenico de Masi. Rio de Janeiro. Sextante (2000).

Próximo Post
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Gostou? Então nos ajude compartilhando :)

Cofundadora do blog, atua como designer há 10 anos e é graduada em Design Gráfico e em Design de Moda. Tem experiência com projetos de produção de moda, figurinismo, diagramação, criação de identidade visual, estamparia, criação de produtos, impressos e ilustração. É apaixonada por livros, por trabalhos manuais e por gatos.