Blog sobre design, criatividade e comunicação :)

Quero ser empreendedor! Mas, por onde eu começo?

Por 22 de novembro de 2018Freela e Startups
empreendedorismo-capa
Próximo Post
Post Anterior

Já ouvi muito isso: Quero ser um empreendedor! Mas, por onde eu começo? A vida de quem empreende não é feita por sonho. Saiba que vai muito além de um mundo de fantasias.

Muito tem se falado no tal empreendedorismo. Uma palavra bem complicada e rebuscada, mas que já está na mente da população brasileira. 

“Eu quero ser um empreendedor! Mas, por onde eu começo?” Eu tenho certeza de que você diariamente escuta essa palavra nos meios de comunicação ou em conversas com seus amigos e família.

Nosso país tem passado por uma crise como não se via a muitos anos. Os motivos? Deixa para lá, levariam anos de leitura. O repertório é enorme e um tanto quanto exaustivo.

O que importa é que um número expressivo de cidadãos brasileiros perdeu os seus empregos e de repente se viram sem chão, sem saber o que fazer.

Já dizia a minha mãe “a necessidade faz o sapo pular, meu filho”, ditado popular que você com certeza já ouviu falar. O brasileiro, mais ainda que sua própria natureza humana, tem uma capacidade incrível de se adaptar, se virar, se reinventar. 

Com isso, como forma de cumprir seus compromissos, muitos de nós têm realizado trabalhos em casa. Coisas que sabíamos e ou competências que aprendemos a desenvolver e que hoje empreendemos na busca de uma melhor qualidade de vida.

Mas me responda uma coisa: você sabe o que é empreendedorismo?

Se você quer empreender ou já começou, é bom que saiba que tudo não é um conto de fadas. Algumas pessoas tem a ideia de que um empreendedor é o profissional bem-sucedido e que só manda, que chega tarde e vai embora cedo. Pode ser que seja assim um dia, mas existe um longo período de maturação desse sonho (sonho mesmo!).

A primeira regra para quem desejar entrar neste universo é o pé no chão. A partir do momento que você cria o seu CNPJ, praticamente tudo depende de você.

Sem querer te assustar, mas segundo o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) aponta que em média 60% das empresas que abrem no Brasil não chegam a cinco anos de existência.

Não é só abrir as portas e trabalhar. É preciso entender como a engrenagem do mundo dos negócios gira para que um empreendimento se sustente.

Todo empreender precisa ter em seu mindset um perfil que o ajude a liderar seus próprios objetivos, sua equipe e que te ajude a manter o foco para alcançar suas metas. Isso é prioridade!

empreendedor-auto-confianca

Você tem uma competência e é bom no que faz. Isso você e todo mundo já sabe. Mas, você acredita de verdade em si mesmo?

Autoconfiança é um ponto alto para quem desejar empreender. Ela deve ser passada para todos a sua volta. Seus clientes, fornecedores e parceiros precisam ver isso em você. Assim você pode transmitir serenidade, simpatia e causar empatia em todos ao seu redor. Só não permita que esta autoconfiança se transforme em soberba. Pode ser uma linha tênue.

“Coragem não é a ausência de medo. Coragem é a capacidade de enfrentar o medo”.

Como já diria o professor e filósofo Mário Sérgio Cortella, ter coragem não é mais do que não ter medo. Você como empreendedor precisa ter entre suas características a vontade de arriscar, de sair do quadrado, sair da caixa, dar o passo além. 

O cenário em que trabalhamos hoje não é nem um pouco convidativo. Se você tem coragem, pode aceitar desafios que será uma enorme mola propulsora para o seu sucesso. O sucesso é uma mistura de coragem com planejamento. Assim, você aceita o risco, mas calculado.

Neste momento, se você tem uma equipe que depende do seu negócio, é bom que você enxergue este empreendimento como um navio e você deve encarar o papel de capitão deste navio.

Ser líder é completamente diferente de ser chefe. Essa linguagem de “faça o que eu mando” já ficou no passado. Inclusive, você precisa aprender a dizer alguns nãos pelo caminho e, surpreendentemente, descobrirá que isso não é tão doloroso como se imaginava.

Você precisará ficar atento a tudo o que acontece. Se você tem uma pegada mais técnica ou mais de linha de frente da produção, vai pelo menos precisar entender de outros setores que ainda não conhecia como compras, almoxarifado, estoque, marketing, venda, pós venda, entre outros.

Um líder precisa ser também um ótimo ouvinte e sensível aos seus funcionários e parceiros. Isso ajuda a criar e fortalecer os laços. Se você ainda não tem esse hábito, é bom mudar.

“Nenhum homem é uma ilha, completo em si próprio; cada ser humano é uma parte do continente, uma parte de um todo”. John Donne. 

Como anda sua rede de relacionamentos?

Já diria um pensador, o ser humano não é uma ilha. É certo de que no mundo dos negócios ter um bom network e saber utilizá-lo faz toda a diferença.

A princípio seu network pode ser criado com seus amigos e pessoas a sua volta. Mas, um network com valor profissional é aquele que pode trazer algum retorno a sua carreira.

Saia do lugar, visite seus clientes, seus parceiros e fornecedores. Comente sobre seu trabalho por onde você anda. Quando nos dedicamos a empreender, nós mesmos e nossa empresa passa a ser um produto que precisa ser divulgado e vendido, no bom sentido da palavra.

Não desista quando levar o primeiro (ou o vigésimo) “não”

“A persistência é o caminho do êxito”. Charles Chaplin

Quando a gente cria um negócio, achamos que ele é perfeito e que todo mundo precisa dele. Além disso, parecemos ser o profissional mais incrível do mercado e que todo mundo vai se encantar pelo nosso produto ou serviço. Seria ótimo se fosse assim.

Estar à frente de um empreendimento não necessariamente significa que você terá tranquilidade todos os dias. Assim como na vida de uma forma feral, encontramos percalços e situações que podem nos fazer desistir. Encontrar o famoso “não”, a famosa “porta na cara” é comum a todos aqueles que arriscam ter o seu próprio negócio. Ter perseverança no que você faz é muito importante para que sua meta seja alcançada com louvor e até mesmo antes do que imagina.

A ideia é que você não precisa ser teimoso. É bom que também se tenha sensibilidade para descobrir qual a deficiência do seu negócio e também humildade para saber quando desistir. Teimosia é bem diferente de persistência. Momento de crise surgirão e saber gerenciar situações complicada também é uma das principais características de um líder.

A vida é um eterno aprendizado

A nossa vida é um eterno aprendizado. Busque fazer coisas diferentes, rotinas diferentes. Se posso destacar um ponto importante deste artigo é “Planeje tudo o que você pretende fazer”. Isso com certeza vai te fazer menos tempos e menos investimento.

Com esse oceano de informações chamado internet em suas mãos, encontrará um conteúdo imenso que te ajudará a identificar se você tem ou não as características que um empreendedor precisa. E se não as tem, poderá facilmente encontrar uma forma de melhorar a sua qualidade profissional.

Aqui mesmo no Blog, temos um banquete completo de dicas que te ajudarão em seu crescimento pessoal e profissional. 

Divirta-se!

Próximo Post
Post Anterior
Gostou? Então nos ajude compartilhando :)

Cofundador do blog, é publicitário, radialista e ilustrador. Atua na área de comunicação há 19 anos. Além de trabalhos em agências de publicidade, também atuou em marketing político nas maiores campanhas do ES. Tem trabalhos dentro e fora do Estado, inclusive, Austrália, EUA e Canadá. É um eterno amante de boa música, café e um bom bate papo.


E aí, o que achou? Deixe seu comentário.