Blog sobre design, criatividade e comunicação :)

A participação do empreendedor na criação da identidade visual de sua marca

Por 5 de junho de 2019Design
reuniao entre empreendedor e designer
Próximo Post
Post Anterior

Por ser quem melhor conhece a empresa, o papel do empreendedor na criação do design de sua marca é fundamental.

Para melhor entendimento do papel do empreendedor dentro de um projeto de criação da identidade visual, é necessário antes de tudo, trazer o conceito da própria identidade visual e alguns de seus objetivos e também dar uma pincelada sobre personalidade da marca.

O QUE É IDENTIDADE VISUAL?

De forma bem simples e objetiva, uma identidade visual é o conjunto de 03 elementos:

  • Logotipo
  • Padrão de cores
  • Tipografia

E um de seus objetivos é permitir que uma mensagem seja comunicada de forma que ela reflita a personalidade da marca em todos os pontos de contato dela, da marca, com a sua audiência.

Entenda como ponto de contato todos os lugares e meios em que as pessoas verão a marca: embalagem, site, cartão de visita, banners impressos ou digitais, posts nas redes sociais, assinatura de email, capas de apostilas, ebooks, sala de reunião, recepção da empresa…

Ao ser mostrada de forma contínua e consistente em todos os pontos de contato com o seu público, a marca consegue promover, dentre outras diversas coisas, a identificação das pessoas com a empresa. Permite fazer com as pessoas se lembrem do negócio quando sentirem o desejo ou necessidade de consumir o que ele oferece.

criação da identidade visual
Eu preciso desta torta

Mas não vamos entrar a fundo na definição de identidade visual neste post. O foco é outro, vamos voltar 😉

A MARCA TEM PERSONALIDADE?

Sim, tem. De forma semelhante às pessoas, toda marca tem a sua própria personalidade. A personalidade é o conjunto de características que definem o que a marca é, são elas que diferenciam uma marca das demais e fazem com que ela seja única.

E uma vez identificada, traçada, a personalidade deve ser considerada e respeitada no processo de criação da identidade visual. De tal forma que as pessoas que tiverem contato com a marca sintam e percebam as sensações geradas por sua personalidade e se identifiquem com ela.

Também não vamos entrar mais fundo nesse tema, bora voltar, foco!

ENTENDI O QUE É IDENTIDADE VISUAL E PERSONALIDADE DA MARCA. O QUE TEM O EMPREENDEDOR A VER COM ISSO?

Tudo! É o dono da empresa quem mais conhece o seu negócio. Ele mais que ninguém conhece (ou deveria conhecer) o mercado em que atua; a história do negócio; sua missão, visão e valores; os próximos passos da empresa, sua percepção de futuro; o público alvo; a concorrência e parceiros de negócio; a cultura da organização e seus produtos e serviços, dentre outras coisas.

Lembre-se que o design é feito para pessoas. Assim, todos os itens do parágrafo anterior devem ser considerados na criação da identidade visual para que ela se comunique corretamente com a audiência da empresa, ou seja: seus funcionários, clientes, possíveis clientes, fornecedores, parceiros, investidores…

Se a identidade visual deve refletir a essência da empresa e se a personalidade da marca é um conjunto de características que compõem tal essência, podemos concluir que o empreendedor, como maior conhecedor do negócio, é quem deve fornecer todas essas informações ao designer para que este crie o design da marca, sua identidade visual.

O DESIGNER E O EMPREENDEDOR TRABALHAM JUNTOS NA CRIAÇÃO DA IDENTIDADE VISUAL

design e empreendedor juntos
Juntos, feito goiabada com queijo

Funciona assim: o empreendedor é quem mais conhece o seu negócio e o designer é quem sabe refletir de forma gráfica, de forma visual o que a empresa é, o que a marca é.

Percebemos então que é fundamental que haja sinergia entre o designer e o empreendedor, pois eles vão trabalhar juntos no projeto de criação da identidade visual. Eles vão unir e compartilhar os seus conhecimentos para alcançar o objetivo de criar um design pra marca que seja autêntico e que esteja alinhado à visão de negócios da empresa.

O designer, de maneira estruturada, guia e ajuda o dono do negócio na construção de uma base forte de informações que só ele tem sobre a empresa e que serão fundamentais para a criação do design da marca e sua identidade visual.

O empreendedor e o designer devem atuar como parceiros.

E COMO É ESSA PARCERIA NA PRÁTICA?

O designer deve envolver o empreendedor na criação da identidade visual perguntando e coletando todas as informações sobre o negócio citadas mais acima. Essa coleta se dá através de ferramentas como briefing, nuvem da marca, nuvem de tags, painel conceitual, mapa mental e outras mais. Cada designer usa alguns métodos desses, ou todos e alguns mais.

Ele ainda deve analisar as respostas obtidas através dessas ferramentas e corrigi-las eliminando ambiguidades ou dúvidas. Lembrando que essas correções sempre são feitas com e pelo empreendedor, afinal de contas é ele quem mais conhece o negócio. O designer guia e ajuda a coleta de informações.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA PARTICIPAÇÃO DO EMPREENDEDOR NA CRIAÇÃO DA IDENTIDADE VISUAL?

Por fornecer ao designer todas as informações sobre o negócio necessárias para a construção da identidade visual, o empreendedor receberá um design que estará totalmente alinhado com o seu negócio, que contribuirá para:

• agregar valor ao seu negócio
• aumentar a visibilidade de sua marca
• facilitar a compra e otimizar a usabilidade de seu produto ou serviço
• construir uma identidade para sua empresa
• reter o seu público alvo
• dar maior credibilidade a sua empresa
• facilitar a comunicação com a sua audiência

Já para o designer, ao trazer o empreendedor pra perto durante a criação da identidade visual, ele evita retrabalho, consegue a aprovação do projeto de primeira, mantém a sua programação de trabalho e o controle de sua agenda.

CONCLUSÃO

Designer: sempre envolva o empreendedor, traga ele pra junto de você! Pergunte, corrija, sugira, coloque pra fora os seus insights durante a leitura do briefing e o desenrolar do projeto.

Ao fazer isso você gera confiança para o empreendedor, tem o seu trabalho reconhecido e assim consegue novas indicações e com o tempo estabelece uma relação saudável entre o preço que você pratica e o valor que o seu trabalho tem.

Empreendedor: a sua marca é o bem mais valioso que você tem! Por isso confie a criação da identidade visual de seu negócio a um designer que esteja disposto e saiba te levar junto no processo de criação. Questione se ele não te perguntar sobre o seu negócio, se ele não se interessar pelas questões que foram levantadas neste post.

É fundamental que haja sinergia entre você e o designer, por isso pesquise, procure um designer com o qual você se identifique, com quem você possa se sentir confortável em trabalhar junto. Cada designer tem o seu estilo, o seu processo de criação, pesquise até encontrar o seu designer.

Por fim, espero que com este post você empreendedor tenha percebido a importância e o valor do trabalho do designer para o seu negócio. Espero que tenha percebido o trabalho envolvido na criação de sua identidade visual. Por isso, duvide de preços milagrosos.

Espero que eu tenha contribuído para que você empreendedor e você designer se vejam e ajam como parceiros, dependentes um do outro para a criação de um design que de fato contribua para o crescimento do negócio.

Abraços, sucesso e até a próxima.

Próximo Post
Post Anterior
Gostou? Então nos ajude compartilhando :)

Designer de marcas especializado em Identidades Visuais e Logotipos. Foi empreendedor na área de e-commerce, vive sob a Graça todo dia, é pai babão, esposo apaixonado e fotógrafo de mentirinha.


E aí, o que achou? Deixe seu comentário.